Whats: (11) 9.6913-1889

February 19, 2018

November 13, 2017

November 13, 2017

Please reload

Posts Recentes

Consulte um profissional competente

Antes de pensar em fazer alguma dieta, ou em tomar alguma atitude com a finalidade de emagrecer ou melhorar sua com...

O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA EMAGRECER COM SAÚDE E DEFINITIVAMENTE

November 13, 2017

1/6
Please reload

Posts Em Destaque

Obesidade: Coisas que Você precisa Saber

November 13, 2017

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- A obesidade é uma doença crônica, que afeta um número alto de pessoas por todo o planeta. Entretanto, a escolha por um hábito alimentar saudável e a prática de exercícios físicos podem colaborar com a prevenção e terapêutica. A obesidade é marcada pelo acúmulo de gordura corporal e pode ocasionar graves problemas de saúde e levar inclusive à óbito. O Brasil apresenta cerca de 18 milhões de pessoas com obesidade. Somando o total de indivíduos acima do peso, o montante chega a 70 milhões, o dobro de há três décadas.
 

- Na maioria das vezes, a obesidade é diagnosticada por meio do cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC). Ele é realizado da seguinte forma:

 

IMC = P/h²    onde P = Peso em Kg e h=altura em metros

 

Peso Normal: de 18,5 a 25

 

Sobrepeso: de 25 a 30

 

Obesidade Grau 1: de 30 a 35 

 

Obesidade Grau 2: de 35 a 40

 

Obesidade Grave: >40

 

 

Que a obesidade é uma enfermidade grave que está presente em  grande parte da população do mundo já é de seu conhecimento. Mas estava ciente que existe um tipo de distribuição da gordura corporal que é mais grave?

 

Têm três classificações para a obesidade em relação a distribuição de gordura corporal:

 

1. Obesidade abdominal, superior, central ou andróide

 

É marcada pelo acúmulo de tecido adiposo na metade superior do corpo, principalmente no abdômen. Essa distribuição de gordura, também conhecida como maça, é a mais maléfica a saúde, porque a gordura localizada dessa forma fica mais próxima a órgão vitais, como rins, fígado, pâncreas, afetando seu funcionamento. Os principais riscos associados a ela são: diabetes tipo 2, a doenças cardiovasculares e a doenças vasculares cerebrais.

 

 

2. Obesidade femuroglútea, inferior ou ginóide

 

Neste tipo a gordura se distribui, principalmente, na metade inferior do corpo, particularmente na região glútea e coxas. Os problemas pertinentes a essa obesidade, também conhecida como pêra, são especialmente mecânicos, devido ao impacto a o excesso de gordura causa no caminhar.

 

 

3. Obesidade mista, generalizada, indeterminada ou difusa

 

Distribuição mista, a gordura está localizada nas metades superior e inferior do corpo.

E que como você pode descobrir qual é o seu tipo de obesidade?

 

Para isso você devera fazer a medida da circunferência da cintura (dois dedos acima do umbigo) e a medida da circunferência do quadril (no ponto de maior circunferência). Feito isso divida o valor da cintura pelo quadril em centímetros.

 

Se o resultado for maior ou igual a 0,9 a obesidade será classificada como andróide e se for menor que 0,9 será classificada como ginóide.

 

Independente desse resultado, a circunferência da cintura sozinha já é indicativo do risco metabólico. Veja a tabela abaixo.

 

Lembre-se: a obesidade é um grave problema de saúde, que abre as portas para o aparecimento de diversas outras doenças crônicas não transmissíveis. Portanto, qualquer que seja a forma que a gordura esteja distribuída no seu corpo, o prioritário é eliminá-la.

 

- Existem três tipos de definições quando uma pessoa está acima do peso. O sobrepeso é quando o indivíduo apresenta mais gordura do que o ideal para uma existência saudável. A obesidade se dá quando o acúmulo de gordura é muito acima do normal, podendo causar até problemas graves de saúde. A obesidade mórbida ou doentia é quando o valor do IMC supera 40. Nesse caso, a terapêutica primeira além das mu